expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

A minha colecção

A minha colecção

sábado, 26 de novembro de 2016

Colecção Guerra Nº 199. Atirador de Morte.

Em toda a história do ilustre regimento motorizado dos Dragões Reais, nunca houve um recruta como o soldado Albert Plover. Não sabia marchar, não sabia conduzir, era desajeitado e nunca seria um bom soldado. Mas tinha uma qualidade única, era um atirador magnífico, o melhor do regimento. Antes de ser desmobilizado, Plover e todo o seu regimento foi enviado para a Itália. Durante a batalha, ninguém podia prever que do cimo de um monte e com apenas um rifle Lee-Enfield, o soldado Plover iria salvar o seu regimento da aniquilação.


Data de publicação: 1 de Dezembro de 1979

------------------------------------------------------------------------------------------------------------




    

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Colecção Aventuras. Ás de Espadas, 2º Volume


1986-Editorial Futura

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




"Foi uma empresa difícil tentar plasmar as vivências dos pilotos e tripulantes dos B-17, a par com o rigor histórico e técnico da época. Durante os dois anos e meio que durou o trabalho, vivi rodeado de fotografias, livros, maquetas e, até, velhos filmes documentários. Para mim, Às de Espadas representa, sem dúvida, a minha primeira criação importante, a minha primeira história a sério".

                                                                                                                        Juan Gimenez                        

sábado, 12 de novembro de 2016

Aventuras do FBI


Nestas aventuras do género bélico, o pobre soldado alemão é totalmente ridicularizado.









sábado, 5 de novembro de 2016

Colecção Aventuras. Ás de Espadas, 1º Volume

"Ás de Espadas" é um bombardeiro americano B-17 que opera a partir de uma base no sul de Inglaterra, em plena Segunda Guerra Mundial.
Através de pequenas histórias, este livro de banda desenhada relata algumas missões deste bombardeiro e realça os sentimentos da tripulação. Contudo, o verdadeiro protagonista é afinal a própria guerra e os seus horrores. 

1985 - Editorial Futura




Juan Jimenez e Ricardo Barreiro, dois dos mais destacados representantes da "nova vaga" hispano-argentina, são os autores de "Ás de Espadas", uma história da 2ª Guerra Mundial, sem heróis - sem maniqueísmos -, mas espectacular como poucas, que ao rigor documental e histórico alia um perfeito domínio da linguagem da banda desenhada e um virtuosismo gráfico excepcional. Por esta razão, Juan Gimenez é já um consagrado, um coleccionador de prémios, um desses raros artistas que não param de superar-se a si próprios.